Decoração de apartamento: arquiteta dá dicas para quem não quer errar!

A decoração do apartamento é um tema que costuma gerar muitas dúvidas. O que é tendência neste momento? O que está totalmente fora de moda? Será que vale a pena comprar um apartamento decorado? Se você está pensando em comprar um imóvel, aposto que essas e outras perguntas já devem ter passado pela sua cabeça.

Para que você não precise ficar horas buscando essas respostas na internet, nós decidimos conversar com a arquiteta Mariana Radigonda. Ela assina o projeto de decoração dos apartamentos do Villaggio San Marino, um projeto imobiliário moderno e aconchegante que será inaugurado em breve no bairro Santa Cândida, em Curitiba.


Villaggio San Marino: uso inteligente do espaço


Não importa o tamanho do imóvel, se o espaço disponível não for usado de forma adequada, ele se tornará pequeno. Por isso, Mariana Radigonda dá uma dica de decoração para não desperdiçar nenhum metro do imóvel. “Os móveis planejados são um dos melhores recursos para o melhor aproveitamento de espaços, ainda mais em apartamentos compactos. Nós conseguimos aproveitar todo e qualquer cantinho, tornando-os úteis e funcionais. Em apartamentos compactos, a dica é verticalizar os móveis, ou seja, liberar o piso e trabalhar com armários e prateleiras superiores. Esse recurso dá uma sensação de ampliação para o espaço, aumentando a sua capacidade de armazenamento”.

Além dos móveis planejados, a arquiteta recorreu a outras estratégias para aumentar a sensação de amplitude no apartamento, como:

Banco como assento da mesa de jantar, que além de precisar de menos espaço de circulação possui gavetões em toda sua base;

Ampliação da Cozinha com a bancada Ilha;

Muitos espelhos;

Camas encostadas na parede para liberar a circulação.

Em relação ao último item dessa lista, Mariana Radigonda argumenta que a cama encostada na parede pode não agradar a todos, mas que é, sim, um curinga para quem quer tornar o cômodo mais funcional.


Entendendo o que está ultrapassado


Na decoração de imóveis, o morador precisa tomar cuidado com a empolgação. O que parece lindo hoje, pode se tornar brega e disfuncional amanhã. Nos anos 1990, era muito comum usar
carpete, por exemplo. Hoje, esse tipo de material não está na lista de primeiras opções da maioria das pessoas, embora ainda seja usado. Mariana Radigonda lista outras opções que devem ser analisadas com cautela por quem está decorando um apartamento. “Tudo o que possa se tornar cansativo ou over ao longo do tempo.

Papéis de parede com muita informação, móveis coloridos, paredes grandes com cores muito fortes/coloridas, tendências de decoração que possam ser muito passageiras”, explica.

É por isso que ela e a sua equipe analisaram uma série de informações antes para traçarem o projeto do Villaggio San Marino. “No caso de um apartamento decorado, nós buscamos entender o perfil do cliente que irá adquirir o imóvel. Além disso, procuramos trazer para os ambientes as tendências que possam brilhar os olhos dos visitantes. No Decorado Do Villaggio, nós trouxemos a bancada Ilha da Cozinha, a Cristaleira com vidro canelado e iluminação interna, os painéis ripados, os perfis de LED na marcenaria, a lareira ecológica da sala, o Carrinho de Chá. Vários elementos que são sonhos de consumo de muitos clientes”.


Conforto e funcionalidade juntos


Responda rápido: você preferiria um móvel funcional ou confortável? A verdade é que queremos os dois, não é mesmo? Mariana Radigonda sabe disso, por isso, ela e sua equipe trabalharam para que o projeto decorado do Villaggio San Marino unisse as duas qualidades.

“Eu queria que os visitantes se imaginassem morando naquele apartamento, de forma confortável, aconchegante e funcional e que os ambientes se valorizassem por meio da decoração. O primeiro objetivo, nós alcançamos imaginando os principais gostos, tendências e desejos dos possíveis proprietários dos apartamentos, além de trazermos a sensação de bem-estar e de aconchego por meio da escolha das texturas, dos acabamentos, da iluminação indireta, das plantas, entre outros elementos.

O segundo objetivo, nós alcançamos por meio do conjunto de escolhas que fizemos para cada ambiente: escolha e desenho de móveis que otimizassem as circulações, a quantidade de armários, que ampliassem os espaços etc.”, finaliza.


Dicas finais para quem quer decorar


Em relação às cores, Mariana Radigonda dá uma sugestão simples, mas poderosa: “Optar por uma base com cores neutras e trazer o colorido nos detalhes para dar vida e personalidade dos ambientes”.

Ela ainda argumenta que decorar um imóvel vai além da compra de móveis e escolha de cores. O proprietário precisa tornar o ambiente funcional e respeitar a própria personalidade. É por isso que a arquiteta sugere a contratação de profissionais para essa missão.

Viu só? Decoração é um assunto sério, que vai muito além da escolha das cores de tintas das paredes. É por isso que muitas pessoas preferem comprar apartamentos decorados, pois esses imóveis passaram pelo olhar afiado de um profissional, como o olhar da nossa entrevistada.

Falando nisso, você pode conhecer mais sobre o trabalho da Mariana Radigonda na página do Villaggio San Marino. Lá, você pode ver imagens dos apartamentos, além de plantas dos imóveis e dados sobre o andamento das obras.

O Villaggio San Marino fica no bairro do Santa Cândida, um charmoso bairro de Curitiba. O condomínio está em uma área estratégica, próxima ao centro da cidade e de diversos estabelecimentos comerciais.

Ah! Ele faz parte do programa Casa Verde e Amarela, o que significa que os compradores podem financiá-lo com taxas mais baixas e usar o saldo do FGTS para aumentar o valor da entrada. Bacana, não é mesmo?

No site oficial do projeto, você pode fazer perguntas para a equipe da construtora. Então, se você está pensando em comprar um imóvel, mas ainda tem muitas dúvidas, não desperdice essa oportunidade.